MAM tem programação especial para o mês de dezembro

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) apresenta ao longo do mês de dezembro atividades educativas inéditas para o público participar online e presencialmente. A programação inclui uma série de encontros que compreendem as culturas da infância, populares, de rua, gêneros e etnias.

As visitas presenciais seguem todos os protocolos de segurança, como uso obrigatório de máscara, distanciamento, limite de capacidade, entre outros. O protocolo do museu pode ser acessado aqui.

Ao longo do ano, a programação educativa do MAM veio trabalhando com a intersecção das artes com eixos temáticos fomentando uma produção cultural plural e diversa.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.

Destaque da programação virtual do MAM Educativo:

  • 9 de dezembro, às 16h

Olhar da Comunidade: fotografia e protagonismo social, com Karina Bacci
Público: Professores, educadores e estudantes, com inscrição prévia no site (100 vagas)
Acessível em libras

  • 15 de dezembro, às 16h

Desenho, som e movimento: laboratório criativo com Yasmin e Jadde Flores
Público: + 4 anos, com inscrição prévia no site (100 vagas)
Acessível em libras

  • 16 de dezembro

Experiência poética: Construção de brinquedos cinéticos, com Laysa Elias
Post em vídeo no Instagram do MAM São Paulo

  • 17 de dezembro, às 16h

Encontro online no Zoom: A criança e os sonhos da intimidade, com Gandhy Piorski
Público: Professores, educadores e estudantes, com inscrição prévia no site (100 vagas)
Acessível em libras

Sobre o MAM

Fundado em 1948, o Museu de Arte Moderna de São Paulo é uma sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos.


Sua coleção conta com mais de 5 mil obras produzidas pelos mais representativos nomes da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira.


Tanto o acervo quanto as exposições privilegiam o experimentalismo, abrindo-se para a pluralidade da produção artística mundial e a diversidade de interesses das sociedades contemporâneas.


Localizado no Parque Ibirapuera, a mais importante área verde de São Paulo, o edifício do MAM foi adaptado por Lina Bo Bardi e conta, além das salas de exposição, com ateliê, biblioteca, auditório, restaurante e uma loja onde os visitantes encontram produtos de design, livros de arte e uma linha de objetos com a marca MAM.


Os espaços do Museu se integram visualmente ao Jardim de Esculturas, projetado por Roberto Burle Marx para abrigar obras da coleção.

Todas as dependências são acessíveis a visitantes com necessidades especiais.

Fachada do MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo). Uma passarela de cimento de onde é possível ver o MAM através de vidros que vão do chão ao teto.
Fachada do MAM, no Parque do Ibirapuera

O MAM é um dos museus que faz parte do catálogo do Culture Travel.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: